Imersão de Agrofloresta na Fazenda Bella

R$2.500,00

Aulas teóricas e práticas. Acompanhamento do dia-a-dia dos sistemas agroflorestais que abastecem 2 CSAs em Brasília.

15 em estoque

Categoria

Descrição

Dois cursos teóricos, duas vivências e duas visitas guiadas equipando os participantes com o conhecimento e a prática necessários para desenhar, implementar e manejar sistemas agroflorestais. Durante a vivência os participantes terão a chance de desenhar consórcios, plantar, colher e ver a comercialização dos produtos. 

Sobre a Vivência

A Agricultura Sintrópica foi criada pelo pesquisador e botanista Suiço-Brasileiro Ernst Gotsch à partir das práticas mais amplamente conhecidas como agrofloresta sucessional. O objetivo da Agricultura Sintrópica é produzir fibras, alimentos e madeira por meio de uma agricultura de processos, sem herbicidas, pesticidas ou fertilizantes químicos e com o menor uso de insumos externos possível. Nesses sistemas florestais recursos como a água, o solo superior e a biodiversidade aumentam enquanto produzimos alimentos altamente nutritivos. A Agricultura Sintrópica também tem chamado atenção no Brasil e no mundo pela sua eficiência e viabilidade financeira nos mais variados biomas.

A Fazenda Bella conta com sistemas florestais (SAFs) em vários estágios de evolução e com o mais velho tendo aproximadamente 4 anos. Os SAFs da fazenda produzem hortaliças, frutas, grãos e tubérculos para duas CSAs (do termo em inglês Comunidade que Sustenta a Agricultura ) e mais algumas famílias. Durante a imersão os participantes poderão acompanhar o processo de plantio, manutenção, colheita e comercialização dos produtos.

Durante a primeira semana os alunos participarão de:
– Um curso de introdução à Agricultura Sintrópica (ver conteúdo abaixo); and
– Uma semana de estágio acompanhando o processo de plantio, manejo, colheita e comercialização dos produtos para as CSAs.

Durante a segunda semana os alunos participarão de:
– Um curso de poda em altura com Sérgio Olaya (ver currículo e conteúdo abaixo);
– Uma semana de estágio com foco no manejo de bananeiras e podas de árvores frutíferas e de madeira.

Ainda durante a vivência os participantes visitarão:
– um assentamento do MST onde 17 hectares de sistemas agroflorestais foram implantados pelo programa Águas Brasil, que visa a recuperação das bacias hidrográficas de Brasília enquanto também foca na problemática da segurança alimentar e viabilidade econômica entre os integrantes do MST;
– os sistemas agroflorestais do engenheiro agrônomo Rômulo Araújo. Rômulo é um aluno antigo de Ernst Gotsch e seus sistemas apareceram nos vídeo documentários Vida em Sintropia e Da Horta à Floresta.

Datas: A vivência começa dia 1 de Junho e termina no dia 15 de Junho (2019).

Programação:

Curso 1 – Fundamentos da Agricultura Sintrópica
Conteúdo:

  • Princípios básicos da Agricultura Sintrópica e seu papel no desenvolvimento de comunidades agrícolas,
  • Influência da agricultura no ambiente natural; ecologia ecossistêmica; agrossistema e sintropia,
  • Planejamento e Implementação de canteiros dos consórcios de hortaliças,
  • ‘As árvores e suas transações energéticas’,
  • Planejamento e Implantação de Canteiros de Agrofloresta (Consórcios, estratos e ciclos do SAF; Planejamento dos consórcios de Agrofloresta)
  • Manejo de sistemas agroflorestais (princípios e práticas de manejo e observação de desequilíbrios em sistemas agroflorestais; sistematização das práticas de poda e capina seletiva do sistema).

Estágio 1 – Dia-a-dia em um SAF produtivo
Conteúdo:

  • Plantio de árvores (muvuca de sementes e mudas) e hortaliças,
  • Capina seletiva,
  • Adubação,
  • Cobertura de solo,
  • Colheita, preparo e entrega dos produtos.

Curso 2 – Poda em Altura
Conteúdo:

  • Uso de Equipamento de Proteção Individual (EPI),
  • Escolha e uso de motosserra apropriada para cada trabalho,
  • Escolha e uso de material de escalada,
  • Técnicas de escalada com foco na arquitetura das árvores,
  • Abertura de clareiras e aproveitamento do material de poda para melhoria dos SAFs.

Estágio 2 – Manejo de podas

  • Poda em altura (prática noS SAFs)
  • Manejo de bananeiras,
  • Capina seletiva,
  • Adubação,
  • Cobertura de solo,
  • Plantio.

FACILITADORES:

Sérgio Olaya é um dos consultores e facilitadores mais ativos no movimento agroflorestal no momento. Com um entendimento profundo dos contextos específicos de cada bioma, da situação sócio-econômica e das variáveis climáticas e ambientais, Sérgio tem alcançado reconhecimento mundial rapidamente. Durante 10 anos Sérgio trabalhou em uma fazenda no interior de São Paulo onde Ernst Gotsch consultava, ensinava e coordenava pessoalmente os projetos de implementação e manejo.  Além disso, Sérgio também é especialista em poda em altura adaptada para SAFs.

Osmany Neto é arquiteto, agricultor, paisagista, bio-construtor e permacultor. Desde o começo de sua carreira acadêmica Osmany buscou conciliar teoria e prática com uma abordagem holística. Osmany se especializou em projetos de Bio-construção ecologicamente sustentáveis e com uso de recursos locais e renováveis. Osmany é aluno de Ernst Gotsch e também presta consultoria para projetos rurais e urbanos que visam implementar sistemas agroflorestais usando a Agricultura Sintrópica. Junto com seu irmão Eurico, Osmany administra os projetos e empreendimentos da Fazenda Bella.

Eurico Vianna, PhD, é Educador Físico, Mestre de Capoeira, Cientista Social e designer regenerativo. Eurico adota uma abordagem interdisciplinar para desenvolver programas de desenvolvimento comunitário, assim como para planejar propriedades rurais de inclusão social. Junto com seu irmão Osmany, Eurico administra os projetos e empreendimentos da Fazenda Bella. Eurico também reside na Austrália onde fundou a Holos Regenerative Design, empresa voltada para educação e planejamento de propriedades rurais.

OBS: O cronograma de atividades poderá ser alterado para melhor atender as necessidades do grupo durante o decorrer das atividades.

O que levar:

– Roupas e material de higiene pessoal (de preferência sabonete e xampu biodegradáveis)

– Barraca para acampar, roupa de cama, protetor solar, roupas de frio e botas.

Ferramentas (opcional):

Facão, serrote e tesoura de poda.

Acomodação:

Nós oferecemos 10 vagas em alojamento coletivo (dando preferência aos participantes de mais idade) ou a opção de camping.

Alimentação:

Todas as refeições durante o período de imersão estão incluídas no valor da inscrição e serão preparadas de acordo com os princípios da dieta ovo-láctea-vegetariana.

Endereço:

Entregaremos mapas aos participantes após a confirmação da inscrição no curso.

Pagamentos:

Depósito em conta corrente
Agência 1004-9
Conta Corrente 37969-7
Banco do Brasil
Ana Júlia Barros Farias Zaks

Para maiores informações entre em contato pelo email fazendabelladf@gmail.com ou pelo telefone (61) 984020112.

Avaliações

Não há avaliações ainda.

Seja o primeiro a avaliar “Imersão de Agrofloresta na Fazenda Bella”

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *